sábado, 23 de setembro de 2017

de de

Setembro Azul: Regulamentação da Profissão Interprete e Tradutor da Libras.




Todos nós sabemos que é direito do cidadão ter acesso a comunicação, educação e saúde. E é de direito dos surdos acessibilidade e comunicação em todos os ambientes fisicos e virtuais, incluindo escolas, hospitais, orgãos públicos etc. Para assegurar esse direito foi criada a Lei que Regulamenta a Profissão de Interpréte a fim de ter pessoas capacitadas adequadamente a esse tipo de exercício. 

LEI Nº 12.319, DE 1º DE SETEMBRO DE 2010.

Abaixo um trecho da lei em que cita a atribuição ao cargo:

"Art. 6o  São atribuições do tradutor e intérprete, no exercício de suas competências:
I - efetuar comunicação entre surdos e ouvintes, surdos e surdos, surdos e surdos-cegos, surdos-cegos e ouvintes, por meio da Libras para a língua oral e vice-versa;
II - interpretar, em Língua Brasileira de Sinais - Língua Portuguesa, as atividades didático-pedagógicas e culturais desenvolvidas nas instituições de ensino nos níveis fundamental, médio e superior, de forma a viabilizar o acesso aos conteúdos curriculares;
III - atuar nos processos seletivos para cursos na instituição de ensino e nos concursos públicos;
IV - atuar no apoio à acessibilidade aos serviços e às atividades-fim das instituições de ensino e repartições públicas; e
V - prestar seus serviços em depoimentos em juízo, em órgãos administrativos ou policiais."


Programa de Tv com presença do intérprete:



Intérprete de Libras em cursinho preparatório para concurso: 


Debate político de emissora teve a presença de uma intérprete de Libras: 


Recentemente um Casal surdo do maranhão conseguiu o acompanhamento de uma intérprete no parto. Veja a matéria completa no Blog dos Pernés



Hoje em dia, ainda existe grande ausência de intérpretes em vários locais.  Isso é outro assunto que deve ser levado mais a sério na sociedade, a vários anos os surdos vem lutando por esse direito e aos poucos estão conquistando. Muitos órgãos públicos já se adequaram a acessibilidade dos surdos e outras deficiências.  No local que trabalho, por exemplo, eu trabalho no atendimento especializado aos surdos.

12 comentários:

  1. Eu também trabalho com atendimento ao público e por várias vezes já me vi em saia justa por não conseguir me comunicar com deficientes auditivos por não ter preparo para tal. Nós deveríamos ter curso de libras em todas as repartições públicas para um melhor atendimento.

    ResponderExcluir
  2. é um tema bastante importante
    acho que é importantíssimo que tenham profissionais nas principais areas para esse tipo de atendmento

    ResponderExcluir
  3. Desconhecia a campanha setembro azul, como é importante nós nos informamos viu, e achei incrível a questão do parto cm acompanhamento.
    Isso sim é inclusão.
    Muito bom seu post, a abordagem do assunto.
    Bjs💋💋

    ResponderExcluir
  4. É realmente chato ver certos tipos de profissões que são importantes ainda não terem regulamentação :/
    Espero que isso não continue assim por muito tempo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Que legal né, acho uma profissão tão importante pois inclui o deficiente auditivo na sociedade, facilita o aprndizado e comunicação dessas pessoas, todo estabelicimento deveria ter um. bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu acho lindo tradutor de libras. Eu tenho vontade de fazer um curso de libras

    ResponderExcluir
  7. Que legal, isso é muito importante mesmo vi um dia desses um casal passar apertado na maternidade por não ter nenhum intérprete por perto.

    ResponderExcluir
  8. Q legal seu post, isso é muito importante mesmo, vi um dia desses um casal passar apertado na maternidade por falta de intérprete.

    ResponderExcluir
  9. Realmente ainda falta muito a ser conquistado para a comunidade dos deficientes auditivos, mas a regulamentação da profissão de interprete já é um avanço e uma firma de afirmar a importância e a necessidade de ae ter um profissional, principalmente nos órgãos públicos.

    ResponderExcluir
  10. Estamos numa época em que os de deficientes auditivos hoje em dia não ficam mais em casa como era a tempos atrás, então a sociedade tem de se modernizar todos nós deveríamos aprender a falar os sinais.
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bom? Confesso que não conhecia a campanha setembro azul, é importante divulgar esse tipo de campanha. Sobre o seu post, achei interessante a questão do parto com acompanhamento intérprete. Infelizmente, os surdos são excluídos na sociedade, mas isso não pode continuar, é chato ver certos tipos de profissões que são importantes para a comunidade dos deficientes auditivos ainda não terem regulamentação, mas isso não vai ficar assim, espero.

    ResponderExcluir

 

Blogs Brasil